30 de abr de 2010

Aquecimento Miss Brasil 2010 - Parte 4: Calypsooooooooooooooo

SÃO PAULO


Pesadelo Fashion


Existem algumas modinhas que surgem inexplicavemente, geralmente, nesses casos, o adereço é tão "hã" que a gente fica até o fim sem entender porque raios isso caiu no gosto das pessoas.

Não sei se nos outros cantos do Brasil as mulheres estão usando essas pulseirinhas uós estilo fio de telefone, mas aqui em Salvador pelo menos 60% da população feminina resolveu usar essa tosqueira.

Se você tiver até uns 15, 16 anos é até aceitável, passando daí já fica sem noção. 10 entre 10 camelôs estão vendendo: bom pra eles, ruim para nossos olhos.

Conversando com uma amiga minha, descobri que as pulseiras são, na verdade, prendedores de cabelo (que aqui na Bahia a gente chama de "xuxa" - falando nisso, sempre tive vontade de saber se falam assim nos outros Estados, mas sempre esqueci de perguntar se só o povo da Acarajelândia fez essa homenagem à "rainha") e que realmente ficam menos criminosas segurando rabos de cavalo.


Posso até ser implicante (também acho uó as modas recentes de sutiã neon aparecendo, sandália de gladiador e etc...), mas que é brega ver um bando de mulheres saídas há muito tempo da adolescência usando isso, é.
Qual é o problema das fitinhas do Senhor do Bomfim? Elas são muito mais dignas. Fica a dica!

29 de abr de 2010

Somando com o MB 2010

ESPÍRITO SANTO



Amém!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Aquecimento Miss Brasil 2010 - Parte 3

PARANÁ


28 de abr de 2010

Implicância do dia

Odeio gente que fala "independente de".

Isso non ecziste. O correto seria "independentemente de". Falar "independente" mostra que a pessoa é preguiçosa e gosta de comer metade das palavras.

Não sei de onde as pessoas tiram essas coisas. Não sei como essas coisas viram moda. O "independente de" está em todos os lugares, até na televisão.

Eu sigo implicando.

Aquecimento Miss Brasil 2010 - Parte 2

RIO GRANDE DO NORTE


27 de abr de 2010

Aquecimento Miss Brasil 2010


SANTA CATARINA


22 de abr de 2010

A meus pés

Criei uma conta no flickr com o objetivo de postar fotos das minhas unhas, meus esmaltes, toda aquela coisa mulherzinha que faz my day shine.

Desde então, conheci bastante gente legal, fiz troquinhas de esmaltes com as minhas amiga *Palmirinha feelings* e acabei conhecendo novas marcas, novas cores. Tudo muito divertido, muito sadio, a não ser por um detalhe: meus pés.

Meus pés, que sempre foram pintados apenas com Paris e Renda, resolveram ousar. Agora pinto as mini-unhas deles de todas as cores, sem medo de ser feliz. Sinto que perdi um tempo imenso, na época em que só usava aqueles branquinhos boring. Estou mais satisfeita agora, a não ser por um detalhe: meus pés fazem mais sucesso do que qualquer outra parte do meu corpo.

Na minha inocência, nem imaginava que postar fotos dos meus pés no flickr atrairia um bando de tarados. Melhor dizendo, homens que gostam de pés, porque nem todos apelam para a taradice extrema.

E não é que a coisa toda é divertida? Quase diariamente, quando abro o flickr, vejo que algum homem favoritou uma (ou todas de uma vez, para os mais afoitos) foto dos meus pés. Alguns até mandam mensagens, pedem para adicioná-los como contato ou pedem que eu coloque fotos em um grupo específico.

Algumas mensagens são bem bizarras (para não dizer nojentas). Gente que fala que gostaria de chupar meus dedos, gente que fala que gosta de ver as minhas fotos enquanto "brinca consigo mesmo" (vocês entenderam). Tem como não rir? Tem como não ficar imaginando qual a graça de ter tara por pés?

Não fico assustada, porque a maioria desses caras mora fora do Brasil e né? Nem sabem onde eu moro, é gente de internet. Momento saia justa, mesmo, foi quando fui elogiada ao vivo, na rua, por um tarado podólotra, ao sair do MASP. Tarado que perguntou que número eu calçava e ainda declamou poesia para mim. Enterrem-me de olhos abertos, porque eu morro e não vejo tudo!

Apesar de todo o "sucesso", não consigo entender qual é o diferencial dos meus pezinhos. Para mim, pé é simplesmente pé. Coisa mais sem graça do mundo!

Porém, se alguém quiser criar fantasias envolvendo meus membros inferiores, que fique à vontade. Mas que não venham com essa história de lamber dedos, porque eu tenho cócegas.

21 de abr de 2010

Novos esmaltes da Eyeko

Arrasou! Esse post é a cara da Luna, né? Há uns dias a Eyeko divulgou os novos esmaltes, quero todos, mas vou me controlar (até pq estou sem unhas no momento).



Eu amei o marronzinho (ai, marronzinho meio que lembra caquinha, mas vamos parar de escatologia, né?), Posh Polish. Ainda não tenho nenhum esmalte com esse vidrinho, o outro vidrinho da Eyeko é tudo de fofo, mas não muito prático, vai ver por isso que lançaram os novos no vidro mais básico...

15 de abr de 2010

Sobre esmaltes e escatologias

Conversando no chat sobre esmaltes, fiquei sabendo que vou ganhar cores novas de uma amiga, inclusive um verdinho polêmico.

B. diz: ...fora o verde ranho!

Luna diz: o verde é ranho é qual? amo!

C. diz: eu sei lá o que é ranho!

B. diz: ranho, caca de nariz.

Luna diz: como assim? não falam ranho aí? choquei!

B. diz: meleca de nariz quando a pessoa tá gripada.

Luna diz: eu pensava que o Brasil todo sabia o que era ranho.

B. diz: eu também... ranho era nacional, pra mim.

C. diz: aqui não...

Esmalte também é cultura, não é mesmo, minha gente? E eu acho bonito verde cor de ranho, algum problema?

1 de abr de 2010

Porraaaaaaaaaaaaa!!! Caraaaaaaaaaaalhoooo!!!!


Eu queria criar uma legenda para a foto perfeita aí de cima. A única coisa que me ocorreu foi o "Poeminha do Contra", de Mario Quintana:

Todos estes que aí estão
Atravancando meu caminho,
Eles passarão.
Eu passarinho!

Acho condizente.

Agora, finalmente, voltamos à vida normal.

(Post completamente tendencioso, gaúcho e bairrista. Hahaha!)